quinta-feira, 28 de abril de 2016

Definir o X-Forwarded-For header em um nginx reverse proxy

Quando utilizamos o Nginx como um proxy reverso você pode querer passar o endereço IP do usuario remoto para seu backend. Isso tem que ser feito utilizando o header X-Forwarded-For. Você tem duas opções para definir essa informação com o Nginx. Você pode concatenar o endereço IP com qualquer valor do X-Forwarded-For existente ou você pode apenas definir o valor do X-Forwarded-For que irá sobreescrever qualquer valor definido anteriormente nesse header.

Edite o arquivo onde você configurou seu server

Para definir o X-Forwarded-For para concatenar o remote IP veja o exemplo abaixo. A linha 14 é a responsável por esse configuração.


Para definir o X-Forwarded-For para sobreescrever qualquer ip definido anteriormente pelo remote IP veja o exemplo abaixo. A linha 14 é a responsável por esse configuração.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Configurando Nginx como proxy



Encontre o bloco do server padrão (inicia com server {), é o ultimo bloco de configuração no arquivo, então delete esse bloco. Quando você terminar as ultimas duas linha devem estar assim:



Salve e saia.

Agora iremos criar um Nginx server em um novo arquivo:




Agora inicie o Nginx e configure-o para inicializar no boot do servidor.



Pronto agora você tem um servidor Nginx recebendo requisições na porta 80 e redirecionando essas requisições para localhost:8080. Você pode redirecionar também para outro IP se desejar.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Configurar wildfly para enviar os log para seu servidor logstash

Para esse post estou considerando que você já possui seu servidor logstash instalado e funcionando. Esse post é apenas para mostrar como configurar o wildfly para enviar os logs para o logstash sem a necessidade de instalar o logstash-forwarder.


Veja a seguir:

quarta-feira, 6 de abril de 2016

JavaFX manipular exceptions globalmente

Cria esse classe para manipular as exceptions:



Agora na sua classe principal você altera da seguinte maneira:

terça-feira, 5 de abril de 2016

Wildfly - Criando Datasource ou XA-Datasource com MySQL ou Oracle




Com isso você já vai ter seus datasource configurados.

Caso você tenha que utilizar o XA-DATASOURCE e algum desses seja ORACLE você deve garantir que o usuário desse banco Oracle tenha os seguintes acesso:



Caso contrário o Wildfly vai lançar esse warning no console:

sábado, 2 de abril de 2016

Postgres alterar valor atual da sequence para o ultimo id da tabela

    Primeiramente você deve esta perguntando para que isso já que quando eu insiro um novo registro ele incrementa isso pra mim? Então imagine que você esta migrando um banco MySQL para Postgres e você tem que manter os IDs por causa dos relacionamentos. então você faz toda a migração dos dados, mas quando você adicinou esses dados no banco postgres você passou os id do banco anterior, sendo assim o postgres não chama o nextval da sequence então a sequence não é incrementada. Isso é ruim pois quando você tentar adicionar um novo registro na tabela sem passar o id vai gerar um erro porque o banco vai chamar o nextval da sequence que irá retorna um id que provalvelmente já existe no seu banco e não vai ser possível inserir esse registro.
    Para evitar esse problema é fácil, basta após a migração dos dados você definir qual o valor atual da sequence igual ao maior ID exitente na tabela, veja o exemplo abaixo:




    Faça isso para todas as tabela necessárias e o problema estará resolvido.